EU??? SIMPLES ASSIM...

DE ONDE VEM MINHA INSPIRAÇÃO?

NÃO FAÇO A MENOR IDÉIA.... FICO DE BOBEIRA E

DE REPENTE PLINPLIN...DO NADA ACORDO NO MEIO DA NOITE E CONSIGO FAZER AQUELE PROJETO QUE VEM ME CONSUMINDO OU VENHO PARA O COMPUTADOR E COMEÇO A ESCREVER O QUE ME DÁ NA TELHA...

NEM SEMPRE É POSSÍVEL FAZER RELAÇÃO COM A MINHA

VIDA OU HISTORIAS QUE ESCUTO, COISAS QUE

VEJO...

NEM SEMPRE FAZ SENTIDO... AS VEZES FAZ...

LEIAM! VEJAM! COMENTEM!!!

HAHAHA

BEIJOS E OBRIGADINHA !





08 março, 2011

Baiana sim, pernambucana também

Esse é o hino de Pernambuco, não ha um pernambucano que não conheça a letra. Diga-se de passagem, essa letra traduz exatamente esse estado tão lindo, de altos coqueiros, mar azul e povo lutador, mas que no carnaval deixa a tristeza e preocupações pra quarta feira de cinza.
Me per doem os conterraneos baianos, mas nao conheço o hino da Bahia. Perdão, pois meu sangue é baiano, mas o coração é pernambucano.
Bom final de carnaval a todos, com saúde e muita paz.
AH, por sinal, foi registrado um numero minimo de violência em Recife e Olinda.
Para os baianos não ficarem tão chateados, lembrem aquela musica do Netinho que diz: "o baiano tem Deus no coração e o diabo no quadril" esse seria meu hino.



Pernambuco imortal, imortal...


Coração do Brasil! em teu seio
Corre sangue de heróis - rubro veio
Que há de sempre o valor traduzir
És a fonte da vida e da história
Desse povo coberto de glória,
O primeiro, talvez, no porvir.

REFRÃO
"Salve! Ó terra dos altos coqueiros!
De belezas soberbo estendal!
Nova Roma de bravos guerreiros
Pernambuco, imortal! Imortal!"

Esses montes e vales e rios,
Proclamando o valor de teus brios,
Reproduzem batalhas cruéis.
No presente és a guarda avançada,
Sentinela indormida e sagrada
Que defende da Pátria os lauréis.

REFRÃO

Do futuro és a crença, a esperança,
Desse povo que altivo descansa
Como o atleta depois de lutar...
No passado o teu nome era um mito,
Era o sol a brilhar no infinito
Era a glória na terra a brilhar!

REFRÃO

A República é filha de Olinda,
Alva estrela que fulge e não finda
De esplender com seus raios de luz.
Liberdade! Um teu filho proclama!
Dos escravos o peito se inflama
Ante o Sol dessa terra da Cruz!"




vejam tambem www.deiseeacasanova.blogspot.com
www.arquiteturaatual.blogspot.com
e nao deixem de comentar.

La vou eu, te encontro nas cinzas da quarta feira...

3 comentários:

Alberto Valença Lima disse...

Que belo!!!
Por razões diferentes mas que tocam do mesmo modo, este e o hino de Elefante (embora eu seja Pitombeira) são os dois mais belos que existem.
Grato por lembrar-me!
Tomara que tenha sido proveitoso e feliz o teu carnaval.
Já eu, passei todos os dias de ressaca. Sem beber!!!
Estava com uma dor de dente...

Deise Leal disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Deise Leal disse...

Primo, que bom ver vc em meu blog, mas esse é o hino de PE, um pedacinho do hino elefante é assim: "Olinda, quero cantar a ti esta canção, teus coqueirais, o teu sol, o teu mar,
Faz vibrar meu coração de amor a sonhar, minha Olinda sem igual,
Salve o teu Carnaval!